Escrever e ler cartas, postais, bilhetes e convites. Esse tem sido o trabalho dos alunos do 3º ano do Fundamental desde o início do ano, nas aulas de Português. “Vamos resgatar as cartas como forma de comunicação. Atualmente, quando queremos nos comunicar, enviamos e-mail e não escrevemos cartas como antigamente. Este ano, principalmente pelos 50 anos do Friburgo, vamos resgatar muitas histórias. Além de trabalhar com os meios de comunicação, vamos também abordar em nossas atividades a história da cidade de São Paulo, dos índios, e a do nosso colégio”, conta a professora Cláudia.

Este gênero literário está empolgando os alunos. Além do livro “1001 Fantasmas”, da escritora Heloisa Prieto, adotado para a leitura compartilhada realizada dentro da sala de aula, os alunos têm ido à biblioteca a procura de títulos que têm as cartas como gênero literário.  E vale a pena passar por lá e ler alguns deles, como o “Diário das Façanhas do Lobinho”, “O Carteiro Chegou”, “As Cartas de Ronroroso” e “A Incrível Aventura da Tia Dot”, que conta a história de uma viagem de volta ao mundo onde os tios contam por meio de cartas, postais, fotos e mapas, peculiaridades sobre os lugares visitados. A cada página o leitor tem uma nova surpresa abrindo envelopes e lendo as divertidas cartas.

Mas, em sala de aula a surpresa foi outra. Recentemente, todos os alunos receberam cartas de amigos do Friburgo. Cada aluno do 4º ano escreveu uma carta contando como foi o ano passado e tudo o que aprenderam e fizeram durante o 3º ano. A alegria foi grande quando o carteiro do Friburgo chegou com os envelopes e entregou para cada um dos alunos.

Depois de analisar a estrutura de uma carta, escreveram uma resposta coletiva para a turma do 4º ano.

O legal é que todos têm participado ativamente deste projeto trazendo cartas de diferentes tipos de suas casas: cartas de família, formais, e até mesmo comerciais. Depois de comparar a linguagem das cartas, foi a hora de entender todos os seus detalhes importantes, como os dados no envelope, remetente, destinatário, selo, endereço, CEP, e todo o trabalho realizado pelos Correios.

Para finalizar este rico projeto, no final do trimestre os alunos vão escrever uma carta para algum parente ou amigo, preencher os envelopes, colar os selos e colocar na caixa dos Correios.

Clique aqui e veja algumas fotos das atividades. E aproveite este tema para escrever agora uma carta para aquela pessoa especial. A sensação de escrever contando as novidades é muito boa, mas é ainda melhor esperar pela resposta!

About these ads