You are currently browsing the category archive for the ‘Ensino Fundamental’ category.

Os alunos do 4º ano desenvolveram uma atividade muito especial com o tema “som” durante o estudo de Ciências. Depois de entenderem como o som se propaga, o caminho que percorre pelo corpo humano, e reconhecerem as diferenças entre graves e agudos, foi hora de colocar a criatividade para funcionar.

Inspirados no trabalho maravilhoso do mestre dos sons Hermeto Pascoal, conhecido mundialmente pela capacidade de criar e fazer música com instrumentos inusitados, a turma montou diferentes instrumentos, como: um xifofone feito de ferramentas chaves de boca, uma harpa com cabide de madeira, guitarra de caixa de sapato, trompas com garrafa pet e tubo flexível, entre outros.

Com a participação da professora de Música Glaucia Machado, mãe da aluna Rebeca, a turma do 4º ano transformou o som tirado de cada um dos instrumentos em uma verdadeira orquestra. Depois de um breve ensaio os alunos se apresentaram na hora do intervalo os outros alunos. Foi um sucesso!
Hermeto Pascoal ficaria orgulhoso em ver o resultado obtido por esta turma.

Clique aqui
e veja as fotos.

Para finalizar o projeto desenvolvido pelo 3º ano do Fundamental sobre a cidade de São Paulo, os alunos vão construir uma parede de taipa de pilão, como a que ainda existe no Pátio do Colégio, um dos locais visitados dentro do projeto.

A parede será construída na área do laguinho e conta com a colaboração e idealização do pai da aluna Luiza, o arquiteto Alexander Yamaguti.

O arquiteto explicou que esta antiga técnica de construção consistia em socar em um pilão a terra umedecida, adicionar fibras vegetais, areia, estrume, óleo de baleia, e até mesmo algumas vezes sangue animal para tornar a massa uniforme e fácil de moldar.

Para a parede que será construída no Friburgo a técnica será um pouquinho diferente, afinal hoje em dia existem aditivos industriais para dar liga à massa. Alexander explicou para as crianças todo o processo e apresentou também as ferramentas que serão utilizadas.

No dia 23 de novembro toda a turma ajudou a fazer a concretagem da base e a moldagem dos pilões que serão utilizados na execução da parede no dia 07 de dezembro.

Clique e veja as fotos.

Desde pequeno Giancarlo, do 4º ano, tem fascínio pelos livros. Com 4 anos fez seu primeiro livro, cheio de desenhos. Depois que aprendeu a ler e escrever não parou mais de criar histórias e grampear folhas montando dezenas de livros.

Desta vez, o livro “O Mundo Esquisito que Tony Mora”, de sua autoria, foi editado, encadernado e com ilustrações de seu irmão Paolo, do 7º ano.

No dia 17 de novembro, Giancarlo participou de uma manhã de autógrafos na biblioteca do Friburgo. “No começo senti um pouco de vergonha, mas logo depois passou e foi muito bom poder contar para todos os alunos como foi legal escrever um livro”, contou o garoto que sonha ser um grande escritor no futuro.

Para Mônica Blum, bibliotecária do Friburgo, Giancarlo é um exemplo para as crianças, estimulando o hábito pela escrita e leitura.

Giancarlo continua escrevendo. Desta vez vai contar a história de um detetive durante a I Guerra Mundial. Aguardem o que vem por aí!

Clique aqui
e veja as fotos.

No dia 10 de novembro os alunos do 8º ano foram até o Lar São José, instituição que cuida de 75 crianças carentes, para levar as doações de material escolar que conseguiram arrecadar durante a campanha no colégio.

Logo que chegaram, foram recepcionados pela coordenadora Cléia e se depararam com todas as crianças reunidas em um salão a espera de uma manhã cheia de diversão. O rosto das crianças já denunciava a ansiedade. “Nunca vi tanta felicidade em um só lugar”, notou o aluno Luis Paulo.

E assim foi. Divididos em salas e espaços diferentes, os alunos do Friburgo e as crianças do Lar São José viveram momentos inesquecíveis.  Momentos de história e jogos musicais, pintura facial, personagens feitos com massinha, desenhos com guache e pincel, caça ao tesouro, futebol, e até mesmo a tradicional brincadeira de pular corda, fizeram parte das atividades escolhidas e organizadas pela turma. A aluna Victoria, assim como muitos outros, declarou que tem vontade de voltar e fazer algo pelas crianças, porque sentiu que a visita foi muito importante vendo o sorriso no rosto deles.

Todos os alunos levaram sanduíches, bolos, doces e sucos para compartilhar um lanche especial com as crianças. Especial principalmente para os alunos do Friburgo que se envolveram muito com o projeto e preparam os lanches e brigadeiros com muito carinho para oferecer para as crianças. “Esta é uma atitude muito bonita desta turma, estamos muito felizes e agradecidos. As nossas crianças são carentes em todos os sentidos, inclusive de carinho. E este foi certamente um dia muito especial para elas”, disse Walter Califre, um dos diretores do Lar.

Depois do lanche foi a vez das crianças do Lar São José fazerem uma homenagem aos alunos do Friburgo. Agradeceram a doação, a visita, o lanche e todas as brincadeiras, cantando a música “Eu não existo longe de você. E a solidão é o meu pior castigo. Eu conto as horas pra poder te ver…”. O coral fez bonito com “Fico Assim sem Você” e emocionou a todos. Um dos mais emocionados foi Matheus H., que já disse que quer trabalhar em prol do Lar São José também no próximo ano. “Foi muito bom poder conhecer a instituição e principalmente as crianças que serão beneficiadas com a nossa campanha. A satisfação em ter feito o trabalho é muito maior”, conclui o aluno.

Na despedida todas as crianças receberam um saquinho de guloseimas e brinquedinho como lembrança desta visita. Os alunos voltaram para o Friburgo com a sensação de dever cumprido e o melhor, com vontade de realizar mais ações sociais como esta. “Nós chegamos à instituição com um pensamento e saímos, com certeza, com outro. Às vezes precisamos de tanto para ser felizes e hoje percebemos que estas crianças ficaram imensamente felizes com o pouco que oferecemos. É para pensar e refletir.”, finalizou o aluno Matheus V., do 8ºA.

É isso! Clique aqui e veja as fotos deste encontro.

A turma do 8º ano organizou uma passeata para alertar todos os alunos e funcionários sobre a importância da doação de materiais escolares para o Lar São José.

“Depois da leitura do livro Capitães de Areia percebemos como é difícil a condição das crianças carentes. Agora temos mais prazer em ajudar”, disse a aluna Giovanna.  Para Matheus é muito importante poder ajudar as crianças com materiais para que o ano escolar delas seja mais produtivo.

A campanha foi bem organizada. Os alunos se dividiram em grupos para cuidar de todos os detalhes. No dia da entrega dos materiais, todos vão acompanhar e participar de uma manhã cheia de atividades: jogos e brincadeiras, leitura e artes. Também vão levar um gostoso lanche para compartilhar com as crianças do Lar.

O grupo que ficou responsável pela divulgação, além de organizar a passeata e espalhar cartazes por todo o espaço da escola, também passou pelas salas de aula e pelos setores do colégio solicitando doações.

“Esta turma é extremamente envolvida e abraçou a causa de uma forma muito consciente. Relacionaram a história do livro Capitães de Areia com a importância da campanha. Meus objetivos não só foram atingidos, como superados. Estão todos de parabéns!”, concluiu a professora Paula Trindade, responsável pelo projeto.

Clique aqui e veja as fotos.

O Colégio Friburgo se transformou em uma imensa galeria de arte para receber centenas de pessoas para o maior evento cultural do ano.

A Liverdade tem como objetivo apresentar os produtos finais dos projetos interdisciplinares e o conteúdo estudado durante o ano letivo por todos os alunos do Friburgo, do Ensino Fundamental ao Ensino Médio, incluindo os trabalhos realizados pelo grupo de educação de adultos.

Além dos trabalhos apresentados, também houve uma bela apresentação musical dos alunos do Fundamental I, uma dramatização encenada pela turma do 2º ano do Ensino Médio noturno e também a graduação de capoeira das turmas do Período Ampliado.

Clique aqui para ver a galeria de fotos.

Conheça um pouco do que foi mostrado por cada turma:

2º ano EF – Investigando memórias
Os alunos trouxeram para a escola roupinhas, acessórios e muitas fotos de quando eram bebês, para montar cestas personalizadas contando um pouco da história de cada um.

3º ano EF – São Paulo em duas épocas
Depois de visitar o centro da cidade e também uma antiga fazenda de café, os alunos mostraram grande conhecimento sobre São Paulo e apresentaram textos, fotos e detalhes da história da nossa terra.

4º ano EF – Sabores da História
Estudando as origens de cada um, sua descendência familiar, a turma estudou sobre a imigração no Brasil. Sabendo a origem de todos os alunos, eles montaram murais explicativos sobre os principais conceitos culturais e tradições trazidas para o Brasil. Cada aluno também trouxe um prato típico da origem da família para a apresentação.  Uma delícia de sala!

5º ano EF – Vacinas e anticorpos em ação
Os cientistas do 5º ano transformaram a sala em um incrível laboratório. Cada visitante recebia todas as informações sobre as principais doenças e as histórias das vacinas criadas para evitá-las.

6º ano EF – Origens
Uma sala inteira para mostrar a origem da vida, do Universo, fases e movimentos da lua, a Terra e suas camadas. Os alunos puderam mostrar todo o trabalho que desenvolveram sobre o estudo do meio realizado em Brotas.

7º ano EF – Transformações
Esta sala, com uma rosa dos ventos feita em madeira e com bolinhas coloridas de gel no chão, mostrava as transformações na Terra, na Vida e no Homem. Todo o material produzido depois da viagem dos alunos para Brotas foi apresentado e explicado por eles.

8º ano EF – Resistências
Dentro da sala foi montada uma caverna para demonstrar parte do estudo realizado no PETAR. Informações e dados sobre as cavernas do Parque Estadual Turístico do Alto Ribeira estavam permeados por sentimentos traduzidos em crônicas de cada um dos alunos sobre o tema da viagem.

9º ano EF – Contradições
Para mostrar todas as contradições que fazem parte da vida, o 9º ano montou um labirinto de contradições, sobre a integração do homem com o ambiente, a paisagem, a cultura e a história.  Para sair do labirinto o visitante dependia das suas escolhas, uma metáfora representando como acontece na nossa vida.

1º ano EM – Fé, café e aço – Vale do Paraíba
Todo o trabalho dos dias que passaram por cidades do Vale do Paraíba, como Aparecida, Itatiaia, Bananal, Volta Redonda, Resende e Queluz, foi apresentado e demonstrado. Depois de passar pelo circuito da sala recebendo explicações o visitante também era convidado a assistir a um vídeo com fotos e crônicas elaboradas pela turma. Os alunos também participaram de uma mesa-redonda com a presença de muitos pais e convidados.

2º ano EM – Baixada Santista: passado, presente e futuro
Os alunos apresentaram todo o material produzido depois do estudo realizado em Cubatão, Bertioga, Santos e toda a região da Baixada. As histórias e tradições do passado, a cidade industrial, seu desenvolvimento e consequências para a população e diversos temas também foram debatidos em uma mesa-redonda.

Educação de Adultos – A turma do Alfa I tratou do Ciclo da Água e suas curiosidades, o Alfa II apresentou o trabalho sobre as Florestas (tema da Unesco para este ano) e o Alfa III mostrou a importância dos afrodescendentes.

Uma das salas foi destinada à apresentação dos trabahos de Inglês realizados por todos os alunos do Friburgo.

Após o estudo da Revolução Francesa nas aulas de História, os alunos do 8º ano foram convidados a transformar o processo da revolução em enredo de escola de samba.

A ideia era vivenciar a experiência de organizar um desfile de escola de samba (elaborar um samba enredo, organizar as alas e explicar o processo através de fantasias e carros alegóricos), ou seja, “brincar” de carnavalesco de escola de samba usando o conteúdo estudado e respondendo a seguinte pergunta: Se você fosse um carnavalesco de uma escola de samba e tivesse que desenvolver um enredo sobre o processo da Revolução Francesa, como você faria?

“O projeto tinha como objetivo desenvolver a capacidade de trabalhar em grupo de forma cooperativa, onde o espírito de equipe fosse a marca principal, já que a tarefa era muito difícil. Planejar, classificar, selecionar, decidir, pesquisar e executar o trabalho foram habilidades desenvolvidas ao longo de quase um mês de trabalho”, explicou o professor de História,  Wagner Ribeiro.

Além dos  sambas enredos, as  alas da escola de samba e seus carros alegóricos foram representadas com maquetes elaboradas com muita criatividade e detalhes importantes.

Clique aqui e veja as fotos.

Na noite do dia 27 de outubro, com o teatro lotado de pais e convidados, os alunos do 5º ano apresentaram um sarau de poesias.

O sarau foi escolhido pela turma como produto final do projeto de poesias, trabalhado durante o 2º trimestre do ano. Desde agosto, com o auxílio do professor de teatro Marcos Arilho, os alunos ensaiaram e se preparam para o evento.

O cenário também foi preparado pelos alunos durante as aulas de Artes.

Declamando Cecília Meireles, Vinícius de Moraes, Marina Colasanti, José Paulo Paes, entre outros, os alunos mostraram grande envolvimento com o gênero literário e muita organização e capricho na apresentação que abriu a Liverdade em grande estilo.

Clique aqui e veja as fotos.

No dia em que alunos do Ensino Médio se preparavam pra realizar a prova do ENEM, os alunos do Fundamental II também passaram por uma importante avaliação.

A Prova Multi, com 40 questões de múltipla escolha do conteúdo de diversas disciplinas, além de uma redação, teve três horas de duração e contou com a adesão de 99,9% dos alunos.

Além da possibilidade de somar até um ponto na média final de acordo com o resultado, esta prova serve como termômetro para que o aluno perceba quais são suas maiores dificuldades e facilidades. Ótima preparação para as provas finais do ano letivo.

Veja fotos dos alunos durante a prova.

Arquivos

outubro 2014
S T Q Q S S D
« set    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  
Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 1.823 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: