A educação escolar assim como a concebemos, se amplia além da “formação acadêmica”. Consideramos função da escola, aliada às famílias, investir na construção da identidade voltada ao sentido de cidadania que lhe é implícito. A escola, por ser um laboratório vivo A reflexão para a construção do pensamentodas práticas sociais é, por excelência, o lugar onde as crianças e adolescentes tem a possibilidade de aprender a conviver e construir os valores democráticos para uma cidadania responsável, dentre os quais destacamos:
• o respeito às diferenças
• a solidariedade
• a responsabilidade
• a autonomia moral

É através da vivência cotidiana no ambiente escolar que esta construção se efetiva.

Diversos instrumentos, que atuam tanto no âmbito individual quanto no coletivo, possibilitam que, dia a dia, estes valores sejam incorporados. Dentre estes dispositivos podemos destacar alguns:
Momentos de reflexão (Individuais e coletivos) – Sob a mediação dos professores e coordenadores, situações de conflito interpessoais e de crise são objeto freqüente de análise.
Contratos didáticos e educacionais – Instrumentos formais que definem acordos realizados entre o(s) aluno(s) e professores/ coordenadores com o objetivo de cumprimento de trabalhos escolares (contratos didáticos) ou mudança de comportamento (contratos educacionais).
Assembléias de classe – Momento escolar organizado para que os alunos possam falar, discutir e encaminhar propostas sobre tudo o que possa otimizar o trabalho e a convivência. Participar do ritual da assembléia propicia o desenvolvimento do espírito democrático nas crianças e nos jovens.
Fichas de auto-gestão – Instrumentos de orientação que visam a organização pessoal e a auto-avaliação sistemática do cumprimento e da qualidade do trabalho produzido.

Leia mais:
Comunidade escolar em sintonia
Nossa prática educativa

Voltar para Educar para a responsabilidade