Durante o feriado de Corpus Christi um grupo de cinco alunos do Friburgo dedicaram seu tempo a uma causa muito nobre. Eles se juntaram a mais trinta voluntários de outras instituições para participar de um encontro do Projeto Mudando a História, da Abrinq, que aconteceu no Casa de Retiros Nossa Senhora do Cenáculo, em Taboão da Serra.

Durante os dias 3, 4 e 5 de junho, Ana Carolina, Julia e Gabriela, do 2º ano do Ensino Médio e os alunos Rafael e Pietro do 9º ano, participaram de muitas atividades e dinâmicas de grupo para se tornarem multiplicadores do projeto. Agora, além de mediadores de leitura, este seleto grupo está capacitado para formar novos mediadores no trabalho que terá início após as férias de julho.

No retorno da viagem os alunos conversaram com a Diretora de Assuntos Comunitários e responsável pelo projeto no Friburgo, Iracy Garcia e também com Mônica Blum, bibliotecária e grande incentivadora dos alunos, e contaram os detalhes desta experiência. Para Mônica, os alunos voltaram muito sensibilizados com a importância social deste trabalho que desenvolvem.

“Os cinco alunos capacitados como Multiplicadores pelo Projeto Mudando a História, sem dúvida, alcançaram um nível de ação de grande importância dentro da escola. Agora não precisamos trazer multiplicadores de outras instituições para capacitar futuros mediadores de leitura do Friburgo. Além disso, podemos abrir espaço para jovens de outras escolas ou mesmo ONGS serem capacitados aqui. E isto tudo porque temos jovens de valor, que acreditam no significado das ações solidárias e no exercício da cidadania. Esses jovens alunos nos desvelam a possibilidade de um mundo melhor, mais justo e por isso estão de parabéns!”, disse muito orgulhosa, a diretora Iracy Garcia.

Leia abaixo o que os alunos disseram sobre esta experiência:

“Foi maravilhoso, um final de semana perfeito. Revimos nossos conceitos sobre a formação da mediação de leitura. Conseguimos unir a experiência como mediadores e agora como multiplicadores.” – Ana Carolina

“Foi uma experiência única. Aprimoramos nosso conhecimento. Posso dizer que nos acrescentou muito e não só como mediadores, mas também como ser humano. Estou ansiosa para começar a trabalhar em agosto” – Gabriela
 
“O ambiente de uma casa de retiro é muito tranquilo e achei legal todos respeitarem. O grupo de trabalho era sempre mudado o que nos fez conviver com todos. Desta forma, fizemos muitas amizades.” – Julia

“Foi uma reunião de pessoas muito diferentes em busca do mesmo objetivo. Diferentes realidades convivendo igualmente. Foi muito bom. Agora vamos formar multiplicadores no Friburgo” – Rafael

“Não foi só importante para a formação de multiplicadores mas também para aprimorar o trabalho como mediador. Fizemos muitas amizades com pessoas de 10 diferentes instituições, trocamos experiências e foi muito bom” – Pietro

Clique aqui e veja as fotos.

Anúncios