A turma do 3º ano tem trabalhado com o gênero literário das cartas, bilhetes e convites neste trimestre, durante as aulas de Português. Uma das primeiras atividades, após iniciar a leitura compartilhada do livro “1001 Fantasmas”, de Heloisa Prieto, foi a troca de correspondência com a turma do 4º ano.Além de divertido este projeto tem o objetivo de fazer com os alunos exercitem a escrita, aperfeiçoando seu vocabulário e leitura.

Valdemir, porteiro do Friburgo, fez o papel de “carteiro” e chegou na classe para distribuir as correspondências. O alvoroço foi grande, afinal todos queriam saber quais tinham sido as respostas dos amigos mais velhos sobre as experiências na escola.

Nas próximas aulas os alunos vão escrever cartas para familiares e vão até uma agência do Correio para conhecer o trabalho e também saber como é feita a postagem. Em tempos tecnológicos, a carta deu lugar a muitos e-mails que são transmitidos em segundos. Mas ainda assim, a correspondência – chegando por baixo da porta da maioria das casas – desperta a curiosidade e o interesse das pessoas.

Este gênero literário tem agradado muito esta turma, por isso, a bibliotecária Mônica Blum preparou algumas dicas de leitura seguindo o mesmo padrão: “Diário das Façanhas do Lobinho”, “O Carteiro Chegou”, “As Cartas de Ronroroso” e “A Incrível Aventura da Tia Dot”. Vale a pena fazer uma visita à Biblioteca Thiago de Melo e descobrir outros livros que têm suas histórias contadas por meio de cartas.

Clique aqui e veja o álbum de fotos.