Depois de ler o livro de Fábio Sombra, “O Nariz do Fazendeiro”, os alunos do 5º, que estudam literatura de Cordel no projeto Poesia, tiveram um encontro muito especial com o autor.

A Casa de Livros, livraria localizada na Granja Julieta e parceira do Friburgo em muitos projetos, preparou o espaço para a palestra de Fábio.

Todos escutaram com muita atenção a história do autor que com 10 anos de idade começou a colecionar livros de literatura de Cordel quando visitou uma feira em São Cristovão, Rio de Janeiro, sua cidade natal. “Depois de colecionar livros e muitas histórias que conheci durante meu trabalho como guia turístico na Europa, comecei a escrever quando tinha 39 anos”, contou Fabio. Hoje, com 20 livros escritos, Fábio diz que é impossível dizer qual dos livros mais gosta. “É como perguntar para um pai qual dos filhos mais gosta. Mas o livro que vocês leram (O Nariz do Fazendeiro) é um dos mais especiais porque retrata uma história de origem tcheca, país da minha esposa que me ajudou muito”, explicou o autor.

A literatura de Cordel traz histórias contadas em versos, em livros pequenos, impressos em papel simples, sem ilustração, e com no máximo 16 páginas. O nome foi dado porque os autores vendiam seus livros em feiras e para deixá-los expostos necessitavam apenas de um cordel, palavra que significa corda fina, que amarravam em árvores e postes, onde penduravam os livros.

Fabio contou que os autores de cordel, têm facilidade de criar versos mesmo que seja de improviso. E também são excelentes contadores de histórias, por isso nas feiras atraiam muitas pessoas em sua volta para escutá-las. Quando chegava na parte principal da história, o cordelista parava e dizia que para saber o final era preciso comprar o livro. Desta maneira, vendia todos os livros que levava para as feiras.

No interior do Nordeste as crianças brincam com as palavras, formando versos, desde pequenas. “Poesia não é apenas fazer rimas, os versos precisam ter sílabas poéticas, com o mesmo número de palavras, para não perder o ritmo”, ensina o autor que depois da apresentação respondeu as questões dos alunos e também autografou os livros.

Na Casa de Livros, os alunos também puderam acompanhar como funciona o processo de elaboração das ilustrações para as capas dos livros com diversas fotos e também originais de Fábio Sombra.

Um dia muito especial para todos os envolvidos. Clique aqui e veja as fotos deste encontro.

Anúncios