As turmas do 1º ano do Ensino Médio têm dentro da sua grade horária semanal, aulas especiais de Primeiros Socorros. O professor responsável pela disciplina, Roberto Trindade, autor de dois livros a respeito do tema, explica que prevenir é o melhor remédio.

Durante as aulas os alunos aprendem, por exemplo, como desobstruir as vias aéreas e as técnicas de liberação em caso de sufocamento. Com o auxílio de um manequim para treinamento, o professor demonstra a maneira correta de desenvolver as técnicas.

O tema do mês de março é a parada cardiorrespiratória. O que fazer quando nos deparamos com uma pessoa que não tem batimentos cardíacos e não respira? “Este é o pior dos quadros em que uma pessoa pode se encontrar. Garantir a oxigenação do organismo através de procedimentos como respiração boca a boca e massagem torácica pode garantir, em muitos casos, a sobrevivência da vítima”, explica Trindade.
Já houve caso de aluno que salvou a vida do pai utilizando os conhecimentos adquiridos nesta disciplina.

Atendimento emergencial passo a passo:
– chamar o atendimento de urgência;
– verificar se o cenário é seguro para o procedimento;
– apertar acima dos ombros da vítima e ver se há reação;
– não havendo reação aplica-se 30 massagens torácicas;
– entre as massagens a cabeça da vítima deve ser colocada para trás fazendo com que as vias aéreas fiquem abertas;
– o nariz da vítima deve ser fechado durante a respiração boca a boca para que o ar não escape.

Vale lembrar que, segundo o professor, a respiração boca a boca só deve ser realizada em vítimas conhecidas.

Clique e veja a galeria de fotos da atividade.