No sábado, 22 de setembro, o Colégio Friburgo recepcionou os alunos do Ensino Médio para mais um evento voltado para o vestibular, carreiras e mercado de trabalho. “O maior objetivo é aproximar o jovem das diferentes opções de cursos e carreiras, além de apresentar a realidade do mercado e as possibilidades de atuação”, explica a coordenadora Vera Barreto.

As atividades tiveram início com a palestra “As grandes tendências do mercado de trabalho e suas exigências”, com a professora e orientadora profissional Paula Napolitano. Logo após, os alunos puderam escutar o depoimento de um jovem empreendedor e que muito cedo alcançou o sucesso profissional.

No intervalo, os alunos pegaram as informações sobre os vestibulares e cursos disponíveis nos estandes das faculdades e universidades participantes do evento.

Logo depois, se dirigiram para as salas de aula para participar de oficinas com profissionais de diferentes faculdades e universidades nos cursos de: medicina, medicina veterinária, psicologia, arquitetura, fotografia, engenharia ambiental, design gráfico, moda e jogos digitais.

Uma manhã de muito trabalho e repleta de importantes informações. Clique aqui e veja a galeria de fotos do evento.
Segue um pouco da história de Cláudio Sassaki, que deveria ser compartilhada com todos os alunos e também com as famílias. Quem estava presente saiu impressionado com a sua trajetória.

Ele saiu de casa com 13 anos para acompanhar a equipe de treinamento de tênis e foi morar no interior. Quando decidiu largar o esporte e prestar vestibular, voltou para São Paulo e teve que correr contra o tempo. “Sabia que estava muito atrás dos outros alunos do cursinho, por isso abdiquei de muita coisa para me focar exclusivamente nos estudos”, contou. Sassaki estudava de segunda a sábado. Depois das aulas, no período da manhã, ficava na sala de estudos do cursinho até de noite.  Já no meio do ano, prestou o vestibular da Fuvest para administração na FGV, e para sua surpresa, entrou. Começou a cursar a faculdade no período da manhã e continuava fazendo cursinho durante a tarde. No final do ano, prestou novamente a prova da Fuvest, desta vez para Engenharia. Entrou e além da FGV começou a cursar também a Poli. Desistiu do curso de Administração e assistiu às aulas de todos os cursos disponíveis na USP porque também não estava contente com a Poli. Decidiu que faria Arquitetura e Urbanismo e resolveu, mais uma vez, prestar o vestibular. Para poder pagar suas despesas, Cláudio dava aulas particulares nas áreas de exatas durante a semana e nos finais de semana dava aulas de tênis. Um dia antes de sair o resultado da prova, Cláudio recebeu a ligação de um dos diretores da Fuvest para dizer que ele não tinha apenas sido aprovado como também obtido o melhor resultado entre todos os candidatos que prestaram o vestibular.  Depois de passar por ricas experiências em empresas nacionais e internacionais, viajar pelo mundo inteiro acumulando conhecimento e trabalhar em ONGs envolvido com projetos educacionais, Cláudio procurou os melhores para montar a empresa Geekie. Formada por um grupo de jovens que se destacaram na sua vida acadêmica, a empresa é especializada em tecnologia aplicada à educação. Desenvolvem simulados do ENEM e depois, seguindo os mesmos critérios fazem a correção. O grande diferencial é o resultado passado para o aluno, totalmente personalizado, especificando quais são suas dificuldades, temas e disciplinas, montando um roteiro de estudo muito direcionado para sanar os problemas do candidato.
Cláudio Sassaki é o maior exemplo de que com determinação e foco podemos alcançar nosso objetivo, ainda que aconteçam tropeços pelo caminho. Para ele o mais importante é fazer o que gosta. Essa é a verdadeira realização profissional.