Nessa terça-feira, 23 de setembro, o biólogo, especialista em gestão ambiental e educador socioambiental da SOS Mata Atlântica, César Pegoraro, veio ao Colégio Friburgo ministrar uma palestra para os alunos do Ensino Fundamental I e II sobre a importância da água.

César explicou aos alunos que temos que cuidar do nosso planeta da mesma maneira que cuidamos da nossa casa, bairro, cidade, país. O planeta Terra é a nossa casa e a água doce, que precisamos para viver, pertence a um ciclo e é finita.

Embora exista muita água no planeta, o maior volume, 97,5%, está nos oceanos e é salgada: apenas 2,5 % é doce, mas está concentrada nas regiões polares, congelada. Resta à humanidade 0,7% da água doce da Terra, armazenada no subsolo, o que dificulta sua utilização.

Os desmatamentos que ocorrem na Floresta Amazônica causam falta de água em São Paulo. A Amazônia bombeia para a atmosfera a umidade que vai se transformar em chuva na nossa cidade. Quanto maior o desmatamento, menos umidade. Menos chuva. Sem chuva, os reservatórios ficam vazios. Falta água.

Nesse ciclo permanente temos que ter a consciência que, se não preservarmos o meio ambiente, não teremos água no futuro.

No último meio século, a população mundial aumentou em 50% e a disponibilidade de água diminuiu em 60%.

Há alguns anos atrás, São Paulo teve um crescimento muito grande enquanto cidade. Os políticos não tinham a consciência da importância de nossos rios. Indústrias que se instalaram aqui, passaram a polui-los indiscriminadamente.

Para o funcionamento delas, foi preciso modificar as margens dos rios e isso gerou um grande impacto. A chegada da população, diretamente ligada à presença das fábricas, trouxe outro problema, que é a habitação. Não foi feito um planejamento urbano, e a população foi ocupando o território desordenadamente, o que saturou o município, oprimindo e sucumbindo rios, córregos e áreas verdes.

Hoje estamos vendo as consequências desse crescimento. Nosso principal rio, o Tiête, está poluído. Nossos recursos hídricos estão escassos.

Já existem muitos trabalhos voltados para a despoluição do rio, porém todos nós temos que ajudar.

César participa do Programa Rede das Águas. Esse programa envolve o monitoramento de rios. A Fundação SOS Mata Atlântica fornece um kit de análise de água, muito simples de usar, e capacita  os grupos de monitoramento a analisarem a qualidade da água dos rios de sua região.

O objetivo desse projeto é promover a inclusão social na gestão integrada de recursos hídricos e florestas, estimular a troca de experiências, garantir o acesso a informação, promover o aperfeiçoamento de políticas públicas que estimulem ações locais para o desenvolvimento socioambiental global, com manutenção e conservação dos recursos naturais.

Foi muito esclarecedor. Os alunos ficaram atentos a tudo e entenderam o quanto é importante se conscientizarem e contribuírem, todos, para um planeta mais limpo.

Cesar