You are currently browsing the monthly archive for novembro 2014.

Fabio Sombra veio ao Friburgo conversar com nossos alunos dos 4º e 5ºs anos sobre cordel.
Contou como foi sua trajetória de vida até se tornar escritor e como conseguiu se firmar na profissão.
Fabio se formou em direito, pintou quadros( alguns estão em vários museus pelo mundo ), trabalhou como guia de turismo e, um belo dia foi convidado a ilustrar um livro infanto-juvenil. A história era contada em versos de cordel pelo poeta Patativa do Assaré; Fabio ficou tão encantado que resolveu começar a escrever e a ilustrar seus livros.
Esse momento fez com que Fabio lembrasse da viagem que fez com seu avô quando era criança e entrou em contato pela primeira vez com o cordel em uma feira no Nordeste. Para ele foi inesquecível e, depois de tanto tempo, Fabio viu o quanto aquele momento tinha marcado sua vida.
Fabio é fascinado pelo cordel. As crianças também.
Cantou, tocou e contou histórias. Todos participaram com muita alegria e fizeram, depois, suas perguntas.
Estavam curiosos.
Perguntaram qual foi o primeiro livro que escreveu( A lenda do violeiro), quando aprendeu a tocar viola( quando escreveu seu primeiro livro), quais livros fizeram mais sucesso( a série do Magrilim ), com quantos anos começou a fez cordéis( há 10 anos atrás ), se já dedicou algum cordel para alguém( várias pessoas – amigos e familiares ).
No final da conversa, Fabio destribuiu autógrafos aos alunos que fizeram questão de levar seus papéis para serem autografados.
Uma conversa gostosa e divertida. Esse contato direto com o escritor é importante. O autor sente o resultado de sua obra e os alunos conhecem de perto aquele que criou tantas histórias admiráveis.
fabio2 fabiofabio5 fabio3

Anúncios

Nossos aventureiros do 8º ano do Ensino Fundamental II viajaram para a região do PETAR, no município de Iporanga/SP.
Nosso objetivo com os estudos do meio é demonstrar a relação entre o que se aprende na escola e a realidade.
Lá no PETAR, puderam aprofundar os conteúdos desenvolvidos em diferentes áreas do conhecimento e também vivenciar momentos de convívio, crescimento pessoal e intelectual.
Nos diversos estudos propostos, os estudantes observaram a ação do homem sobre o meio ambiente, perceberam a importância da preservação dessa área, analisaram as consequências da criação do Parque para a vida das comunidades locais, entraram em contato com a comunidade Quilombola de Ivaporunduva e vivenciaram o ambiente das cavernas, aprendendo mais sobre espeleotemas, o impacto do turismo na região e enfrentaram seus medos e os limites do corpo em momentos que, certamente, jamais serão esquecidos.
Para finalizar a viagem, um divertido bóia-cross pelo belíssimo Rio Betari, que corta todo o Vale do Bairro da Serra.
Foi um experiência muito rica para o grupo. Diversão e conhecimento. Estudo e lazer. 3 dias de vivência e profundo aprendizado.
Veja as fotos aqui

DSC01169

Nas aulas de Oficina Literária da professora Keka, os alunos entram em contato com os livros, envolvendo-se com os personagens criados ou já encontrados na leitura. Aos poucos, cada aluno  avança na sua capacidade de criticar, recriar, ouvir o outro, explicitar seu pensamento e fazer diversas relações com a sua própria vida.
Esse compreender o texto (leitura) é extremamente importante para o próximo passo: o registro, a escrita. E nesse movimento de ler, entender e escrever, o aluno analisa sua produção e verifica se expressou de forma que outros leitores também o entendam. Conversar sobre a história e sistematizar algumas informações procedimentais enriquecem o processo.
Durante o processo de criação da história, os alunos deram vida aos personagens da imaginação utilizando como recurso a arte feita de papel machê.
Cada novo acessório ou parte do corpo colocada, os deixava mais próximos do personagem e ainda mais divertida ficavam as histórias.
Tirar as idéias da cabeça e dar vida a elas!
Uma  nova oportunidade para o aluno ampliar sua experiência e seu envolvimento pela escrita.

of of2 of3

Mais que uma mostra, o Articulando é um movimento, onde áreas afins se encontram para mostrar suas produções. Surgiu com um objetivo: fazer arte de qualidade e dialogar. Cada ano o núcleo de artes lança um tema gerador para que os trabalhos desenvolvidos durante o ano tenham no seu processo ações que levem ao resultado apresentado no evento.
Nesse ano o tema escolhido foi “As Sete Artes em Movimento”, englobando: artes plásticas, teatro, música, dança, literatura, fotografia e cinema. Todos os trabalhos apresentados tinham esse tema gerador.
Ocupando os espaços do Colégio com instalações que dialogavam entre si, todos os segmentos do Colégio foram representados, desde os pequenos do 1º ano até os alunos do Ensino Médio. Artistas foram abordados em sala de aula, fazendo parte das leituras e produções dos trabalhos: Matisse, Picasso, Degas, Bispo do Rosário…
No teatro, o cinema foi representado pelo 8ºs anos com a peça Claquete e pelas artes plásticas com a sala “Cidade dos Anjos”. Na música, além da apresentação de canto dos alunos de Fundamental I, tivemos a grata satisfação de receber o grupo “Embatucadores”. A dança foi representada por Degas com a leitura das bailarinas. A literatura e fotografia receberam uma instalação na sala “Diálogos e Reflexões”, além de duas salas dedicadas ao Período Ampliado com trabalhos de design de produtos sustentáveis, releituras de cadeiras famosas, esculturas em cabaças, entalhe em madeira, pinturas em telha de cerâmica, mosaicos, entre outros.
Tivemos também os programas de rádio do 6º e 7º ano do Ensino Fundamental, as caricaturas feitas pelo caricaturista Onézio e a exposição e venda do artesanato feito pelos pais.
Muita arte, muita cor, muito carinho e profissionalismo, é o que propõe a mostra de arte Articulando. Visitantes e espectadores puderam sentir, através  dos trabalhos expostos, todo o processo de nossa criação.

Veja mais fotos clicando aqui

20141101_094616 20141101_095459 entrada

A abertura do Articulando foi com a peça Ascendente Casa 12, no dia 29 de outubro, com direção e dramaturgia de Marcos Arilho, professor de teatro do Colégio.
A criação da peça foi feita em conjunto pelo grupo de elenco do Colégio Friburgo e a estréia aconteceu no nosso Teatro Grande Otelo.
Os alunos estavam muito nervosos e empolgados com a estréia e a peça foi surpreendente e contou com teatro lotado.
A peça marcou a abertura do Articulando, evento do Colégio que reúne todas as atividades produzidas no segmento de arte curricular do Friburgo. Artes plásticas, dança, literatura, teatro, música, cinema e fotografia fazem parte das 7 artes em movimento; nosso Articulando 2014.
Para ver as fotos, clique aqui

2014-10-29 20.53.49

Arquivos

novembro 2014
S T Q Q S S D
« out    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
Anúncios
%d blogueiros gostam disto: