You are currently browsing the category archive for the ‘Ensino Fundamental’ category.

DSC_3210bNo último sábado, 08/06, o Colégio Friburgo realizou o II Consciência, em que contou com a participação maciça da sua comunidade. A mostra de produção intelectual dos alunos, cujo eixo temático foi água, abrangeu desde a Educação Infantil até o Ensino Médio e foi baseado no tema proposto pela UNESCO para o ano de 2013, cujo mote se expressa na seguinte sentença: “2013 – Ano Internacional da Cooperação da Água”.
Dessa maneira, a produção e apresentação dos alunos estiveram pautadas na importância da água para o desenvolvimento e sobrevivência da humanidade na sociedade moderna. Por conseguinte, a sustentabilidade e o desenvolvimento econômico em harmonia com o meio ambiente foram temas transversais em toda a 2ª edição do Consciência.
Diante da proposta apresentada pela UNESCO, o Colégio Friburgo, por meio da realização desse evento, convidou os alunos à reflexão sobre o meio ambiente em que vivem; e, mais do que isso, os limites dele. Com o objetivo de tornar a feira ainda mais instigante, o tema geral foi subdividido de modo que cada ano escolar trate de uma categoria específica. A organização desses subtemas, elaborada pedagogicamente de acordo com os níveis de maturidade de cada série, propôs o seguinte escalonamento:
Intuitivo – Animais da Casinha.
1º EF – Planeta Água.
2º EF – Luz, cores e sombras.
3º EF – Onde está o ar?
4º EF – Água, um bem precioso.
5º EF – Energia, hoje e sempre.
6º EF – Água limpa.
7º EF – Água: utilidade ou necessidade?
8º EF – Água: a vida líquida.
9º EF A – Tem química na água?
9º EF B – Brincando com a água.
1º EM A – Água e energia.
2º EM – Águas que não são águas.

Assim, a proposta atingiu diversos tópicos dentro do mesmo tema, ampliando e enriquecendo a experiência e o conhecimento dos visitantes do “Consciência – Água, para quê?”, sobretudo dos alunos envolvidos em cada projeto.

Veja como foi!

Anúncios

foto 1Sempre atento à educação integral de seus alunos, o Colégio Friburgo na última semana do mês de maio, levou os alunos dos 4ºs e 5ºs anos do Ensino Fundamental à casa e ao ateliê do artista plástico Antonio Peticov. Durante encontro, o artista compartilhou suas obras de arte e também contou um pouco de sua trajetória. Possibilitando, assim, aos alunos vivenciar na prática o que eles já conhecem por meio dos livros.

Entre descobertas, encantamento e curiosidades, os alunos fizeram diversas perguntas a Peticov, por exemplo:
– Qual é a sua inspiração Peticov?
– Quando começou a pintar?
– Qual a cor que você mais gosta?
O momento mais empolgante para os alunos foi aquele em que o artista apresentou-lhes o espaço onde abrigava diversos blocos lógicos e quebra-cabeças, dizendo: foto 5
“- Aqui é proibido não mexer!”
Sobre a visita dos alunos, a Professora Kéka Stabel, quem os acompanhou, considera:
“- Ouvir Peticov foi o grande presente. Os alunos estavam muito curiosos, eles ficaram encantados por estar na casa dele, conhecendo cada pedacinho e curiosidade da sua vida.”
Veja como foi!

GJA_3523Com o tema “Centenário de Vinícius de Moraes”, no próximo dia 15, sábado, entre 15h e 22h, o Colégio Friburgo realiza a sua tradicional Festa Junina, edição 2013.

A novidade deste ano fica por conta da apresentação da quadrilha de patinação artística, modalidade incluída no Período Ampliado no início de 2013. Além disso, unindo tradição, cultura e lazer, a festa junina é uma boa oportunidade para a convivência da comunidade do Colégio Friburgo, ou seja, pais, alunos, amigos, professores e funcionários.
É nesse contexto que a festa junina 2013 também apresenta as tradicionais quadrilhas, a dança de pau de fita, brincadeiras, touro mecânico, show pirotécnico e muitos comes e bebes. Toda a decoração deste ano tem como referência a extensa obra de Vinícius de Moraes, assim, bandeiras, barracas e toda a festa prestam homenagem ao grande músico, compositor e poeta pelo centenário de seu nascimento.
Desta forma, a Festa Junina do Friburgo, edição 2013, celebra as tradições brasileiras, ao mesmo tempo em que relembra um dos maiores músicos da Bossa Nova, a música brasileira mais reverenciada no mundo em todos os tempos.
Participe!

IMG_0813No próximo dia 8, entre 9h e 12h, o Colégio Friburgo promove a 2ª edição do ConsCiência, com o tema “Água, para quê?”. Toda a feira de produção intelectual dos alunos está ligada à metodologia de ensino de ciências naturais da escola. O evento abrange desde a Educação Infantil até o Ensino Médio e está baseado no tema proposto pela UNESCO para o ano de 2013, cujo mote se expressa na seguinte sentença: “2013 – Ano Internacional da Cooperação da Água”.

Dessa maneira, a produção e apresentação dos alunos estão pautadas na importância da água para o desenvolvimento e sobrevivência da humanidade na sociedade moderna. IMG_0801Por conseguinte, a sustentabilidade e o desenvolvimento econômico em harmonia com o meio ambiente são temas transversais de toda a 2ª edição do ConsCiência.
Diante da proposta apresentada pela UNESCO, o Colégio Friburgo, por meio da realização desse evento, convida os alunos à reflexão sobre o meio ambiente em que vivem; e, mais do que isso, os limites dele. Com o objetivo de tornar a feira ainda mais instigante, o tema geral foi subdividido de modo que cada ano escolar trate de uma categoria específica.

A organização desses subtemas, elaborada pedagogicamente de acordo com os níveis de maturidade de cada série, propôs o seguinte escalonamento:
Intuitivo – Animais da Casinha
1º EF – Planeta Água
2º EF – Luz, cores e sombras.
3º EF – Onde está o ar?
4º EF – Água, um bem precioso.
5º EF – Energia, hoje e sempre.
6º EF – Água limpa.
7º EF – Água: utilidade ou necessidade?
8º EF – Água: a vida líquida.
9º EF A – Tem química na água?
9º EF B – Brincando com a água.
1º EM A – Água e energia.
2º EM – Águas que não são águas.

Assim, a proposta atinge diversos tópicos dentro do mesmo tema, ampliando e enriquecendo a experiência e o conhecimento dos visitantes do “ConsCiência – Água, para quê?”, sobretudo dos alunos envolvidos em cada projeto.

IMG_3944Atento às necessidades e exigências do mundo contemporâneo, o Colégio Friburgo busca ampliar o conjunto de capacidades e de habilidades de seus alunos. Para isso, desenvolve projetos em que utiliza as ferramentas tecnológicas como instrumento de ensino-aprendizagem, ampliando assim o horizonte de experiências dos alunos. É neste sentido, por exemplo, que tem sido usado os Tablets, com vistas a explorar as linguagens e códigos digitais, elementos fundamentais por meio de que opera o mundo atual.
Na manhã desta segunda-feira, 20 de maio, o professor de HP2 (Habilidades e Potencialidades 2), Leandro Duarte, desenvolveu junto aos alunos do 9º ano do Ensino Fundamental a sequência de um trabalho de pesquisa. Nesta aula os discentes deveriam, depois de um percurso já percorrido, gravar, utilizando Tablets, um “podcast” descrevendo o processo que já havia se realizado, detalhando o passo a passo da pesquisa.
Dessa forma, a atividade simultaneamente propicia aos alunos a oportunidade de repassar os caminhos percorridos durante o processo de pesquisa, de reavaliar o trajeto e de aprofundar os seus conhecimentos.

IMG_4000Em busca de ampliar o aprendizado dos alunos, o Colégio Friburgo oferece o conteúdo em sala de aula, objetivando ampliar cada vez mais o rigor acadêmico, e também promove, sempre que possível, experiências, tornando o conhecimento atrativo e agradável.
Isso pode ser observado nas dependências do Colégio Friburgo na manhã desta quarta feira, 22 de maio, quando os alunos do 6º ano do Ensino Fundamental estavam na aula do professor Leandro Duarte. No decorrer da aula, o professor abordou a localização espacial como tema.
Primeiro, expôs questões sobre como as pessoas se orientam no espaço, também como determinadas localidades podem servir de referência para a localização espacial. Em seguida, pediu aos alunos que desenhassem em um pedaço de papel uma rosa dos ventos, explicando como, por exemplo, os navegadores do passado se localizavam em um ambiente em que a paisagem não serve como referência espacial. O professor continuou, dizendo que instrumentos como a bússola eram utilizados, a fim de garantir a direção da embarcação.IMG_3974
A pedido do professor, os alunos trouxeram de casa: cortiça, agulha, imã e tampa de maionese; com um pouco de água e fita crepe, construíram uma bússola. Dessa forma, os alunos puderam vivenciar, efetivamente, o que aprenderam. Clique aqui e veja as fotos!

Museu 1A turma do 2º ano do Fundamental foi visitar o museu construído na antiga residência do artista Lasar Segall com a professora de Artes, Keka Stabel.

Desde que saíram do colégio até chegar ao local na Vila Mariana, os alunos observavam entusiasmados todo o trajeto e constataram a falta de arte espalhada pela cidade.

Depois de conhecerem todos os trabalhos, os alunos receberam uma prancheta com papel e lápis para desenhar um pedacinho do que mais gostaram, fazendo um recorte visual da obra. Com este recorte, foram para a oficina de aquarela e cores terminá-la da sua maneira. “A proposta era fazer com que cada aluno usasse um pedacinho da obra de Lasar na sua pintura, fazendo, a partir dela, novas criações”, explicou a professora.Museu 6

Os alunos adoraram fazer o processo da aquarela, dando um banco no papel especial para, em seguida, colorir como quiser.

“Achei esse museu bem exótico!”, disse o aluno Valentin no retorno para o colégio. Ele e todos os outros alunos adoraram a visita e acharam incrível o fato de terem transformado a casa do artista em um museu para s pessoas conhecerem as suas obras.

Clique aqui e veja algumas fotos da visita.

IMG_1633Atendendo a inúmeros pedidos feitos desde o início do ano, os alunos do Fundamental II conquistaram o direito de participar de uma espécie de “Frincanas”, evento para o Fundamental I que acontece em comemoração ao Dia da Criança.

Após a correria das últimas provas trimestrais, foram programados dois dias de atividades esportivas. Todos os alunos de 6º ao 9º ano foram divididos em seis equipes, cada uma sendo presentada por uma cor. As equipes disputaram jogos de Futsal, Futebol, Voleibol e o divertido jogo de queimada “Queima Senta”.IMG_1767

Os times foram separados por faixa etária, ficando juntos alunos de 6º e 7º e nos outros jogos 8º e 9º ano. O grande objetivo foi integrar toda a turma, fazendo uma confraternização e oferecer aos alunos um momento de descontração neste final de ano.

Os alunos ainda assistiram a um espetacular desafio de vôlei e futebol dos professores contra os alunos do 9º ano.

Clique aqui e veja as fotos.

Auditorio03O último projeto do trimestre – nas aulas de Expressão Oral – para os alunos do 6º e 7º ano foi a realização, montagem, roteiro e apresentação de um programa de auditório.

Depois de serem divididos em grupos por meio de sorteio, os alunos escolheram o tema do seu programa.  A criatividade foi grande. Surgiram ideias para programa de culinária, musical, infantil, gincana cultural, e línguas, entre outros. “Dentro da programação de 15 minutos, os alunos necessariamente tinham que dar um nome ao programa e elaborar alguns Auditorio02quadros, como dica cultural e entrevista”, explica o professor Marcos Arilho, responsável pelas aulas.

A proposta do programa foi apresentada, avaliada e debatida entre o grupo, o professor e a turma. Na sequência os grupos desenvolveram os roteiros e deram início aos preparativos para a data de estreia.

O nome do evento surgiu em 1992 para batizar um evento que tinha a literatura como carro chefe. A “Liverdade – uma estação de livros” apresentava projetos envolvendo o conceito de livro/verdade. Com o tempo, o evento também passou a abordar os projetos interdisciplinares e passou a se chamar apenas “Liverdade”. Este ano, voltando a origem inicial, o evento voltou a representar a área da Comunicação e Expressão, com foco na palavra.

Por todos os lados, textos e histórias eram contados. Cada sala de aula foi cuidadosamente preparada para as apresentações.
No Ensino Fundamental I os alunos trataram os seguintes assuntos:

– 2º ano – Contos de Encantamento: “Releitura de João e Maria”. A sala, decorada com doces e muitas cores, apresentava os textos baseados no conto de fadas escritos pelas próprias crianças.

– 3º ano – Lá vem história… Com figurinos elaborados os alunos representaram conhecidas fábulas para uma plateia de familiares e convidados.

– 4º ano – Contos Árabes – a sala foi transformada em um verdadeiro cenário das Mil e Uma Noites e foram expostos textos dos alunos onde cada um criou um diferente final para a história de Sherazade.  A turma também apresentou um lindo trabalho sobre Cordel, um dos mais tradicionais gêneros de literatura popular.

– 5º ano – Diversidade Literária – apresentação de textos sobre contos etiológicos  e muitos poemas tomaram conta da sala.

No Fundamental II:

– 6º ano – Quem é o cego? – os visitantes viveram uma experiência inusitada inspirada no conto de Alcântara Machado, “Apólogo Brasileiro sem Véu de Alegoria”. Todos dentro de trem, vendados, escutaram a narração do conto e com diferentes finais produzidos pelos alunos. Logo após, realizaram um debate sobre o comportamento humano.

– 7º ano – Investigando Poetas Brasileiros – os alunos apresentaram a biografia dos principais poetas do Brasil, com direito a declamação de poesias.  Entre eles: Vinícius de Moraes, Manuel Bandeira, José Paulo Paes, Mário de Andrade, Cecília Meireles e Cora Coralina.

– 8º ano – Capitães de Areia – Todo o trabalho realizado depois da leitura do livro do Jorge Amado foi colocado em murais. Textos e cartazes questionadores sobre os problemas dos menores abandonados foram apresentados.

– 9º ano – Nordeste em Revista – alunos apresentam trabalho especial inspirados nos centenários de dois nordestinos muito importantes na cultura do Brasil: o escritor Jorge Amado e o compositor Luiz Gonzaga.

– 1º ano EM – centenário de Jorge Amado – Além da apresentação dos trabalhos e de uma encenação teatral inspirada em personagens de Jorge Amado, o grupo também montou uma instalação chamada “O Céu da Bahia”, representando o sincretismo, com desenhos e figuras dos santos da igreja católica e os respectivos orixás. Destaque para os desenhos elaborados pelo aluno Luca, do 1ºB.

– 2º ano EM – centenário de Nelson Rodrigues – O Anjo Pornográfico recebeu uma homenagem especial com encenação da peça “Vestido de Noiva”, que revolucionou o teatro brasileiro. Os alunos, caracterizados, apresentavam os diferentes atos e explicavam cada passagem. No mural da classe o grande questionamento: moralista ou pornográfico? Para Rafael, Nelson rompeu com os padrões estabelecidos pela sociedade, por isso recebeu tantas críticas. A ruptura dos padrões pode ser vista na Caixa Proibida, uma caixa fechada e escura onde frases fortes do autor, fotos e muitas palavras só podiam ser vistas pelos visitantes com a ajuda de uma lanterna.

Expressão Oral – As turmas de 6º e 7º anos tiveram seus programas de rádios, elaborados durantes as aulas de Expressão Oral, disponíveis para audição no Laboratório de Informática. Os mais variados gêneros musicais, com informações importantes de trânsito, previsão do tempo e notícias. Audiência nota 10!

Línguas Estrangeiras – E como Línguas foi o tema central do evento, Inglês e Espanhol não poderiam ficar de fora. Em umas das salas foi feita uma ambientação de uma cafeteria, onde as pessoas podiam apreciar – além de um gostoso cafezinho – um bate papo usando apenas as línguas estrangeiras.

Teatro – A peça do 9º ano, “Eles amaram, amaram, amaram…” foi reapresentada para comprovar um dos melhores resultados do projeto de Teatro no Colégio Friburgo. Textos difíceis, com linguagem densa e extremamente emocionante, inspirados nas obras de Shakespeare, Alexandre Dumas, Olavo Bilac, Vinícius de Moraes, Menotti Del Picchia, e até mesmo Cazuza. Um espetáculo apaixonante!

Educação de Jovem e Adultos – utilizando o tema da UNESCO – Ano internacional das Cooperativas – os alunos da Educação de Adultos capricharam nos trabalhos que foram apresentados. Cada um contou um pouco da sua história e falou-se muito em sustentabilidade abordando o artesanato do nordeste, região da maioria dos alunos. Em uma montagem fotográfica divertida, os rostos dos alunos foram colocados em corpos de super-heróis e heroínas, representando a grande força de vontade que têm em aprender mesmo depois de um dia repleto de trabalho. Exemplos de guerreiros!

Graduação de Capoeira – A cerimônia de troca de faixas dos alunos do Período Ampliado ocorreu logo no início do evento, contando com pais, familiares e muitos convidados para assistir as apresentações no palco do teatro. Parabéns a todos!

Clique aqui e veja a galeria de fotos da Liverdade.

Arquivos

agosto 2019
S T Q Q S S D
« nov    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  
Anúncios
%d blogueiros gostam disto: