You are currently browsing the tag archive for the ‘2º ano fundamental’ tag.

Para tornar o aprendizado sobre os animais mais significativo, tema estudado em Ciências pelas turmas do 2º ano, os alunos fizeram uma visita ao Zoológico de São Paulo, o maior da América Latina.

A turma acompanhou e entendeu a rotina dos animais, coletou diversas informações como, por exemplo, dados sobre o comportamento e a alimentação. Todos fizeram suas anotações para depois, em sala de aula, dar sequência ao trabalho.

Foi um dia de muito trabalho e também muita diversão. Clique aqui e veja as fotos.

Anúncios
Os alunos do 2º ano A receberam o pai da aluna Luiza, no dia 10 de agosto, para aprender um pouco mais sobre a imigração japonesa no Brasil.

Alexander Yamaguti, arquiteto, é neto de japoneses que vieram para o Brasil em 1908, a bordo do navio Kasato-Maru. Esta foi a primeira viagem trazendo japoneses para trabalhar nas fazendas de café, que tanto precisavam de mão de obra.

As crianças ficaram sabendo que naquela época muito difícil para a população o governo japonês fazia campanha para que famílias inteiras viessem para o Brasil. Os cartazes espalhados pelo país diziam: “No Brasil existe uma árvore que dá ouro: o cafeeiro. É só colher com as mãos.”.

E assim como muitos, os avós de Alexander vieram para o Brasil e foram morar em Marília para trabalhar com a plantação de café e algodão. Depois se mudaram para Miracatu, no Vale do Paraíba, para trabalhar, desta vez, na plantação de bananas.

O casal e seus filhos vieram morar em São Paulo onde nasceram os netos e bisnetos.
Estas e outras informações puderam ser acompanhadas pelos alunos em uma apresentação de Alexander na sala de mídia do Friburgo. Fotos antigas da família e muitas ilustrações das influências japonesas em nosso cotidiano foram mostradas para a turma.

Yamaguti escreveu na lousa digital alguns ideogramas japoneses e deixou todos muito curiosos. Contou sobre a culinária, com sushis e temakis, sobre os arranjos floridos chamados de ikebanas, e também sobre as milenares artes marciais. Mas quando falou sobre os tradicionais origamis (dobraduras) – e contou que sabia fazer – as crianças ficaram eufóricas. Por esta razão, Alexander vai conseguir um horário em sua agenda para fazer com os alunos uma oficina de origami.

Outro momento muito curioso foi a apresentação de Osamu Tesuka, o criador
dos principais desenhos animados japoneses das décadas de 50 e 60 e que faz sucesso até hoje, como “A princesa e o cavaleiro” e “Kimba, o leão branco”, que serviu de inspiração para Walt Disney criar a famosa história do Rei Leão.

O encontro foi muito proveitoso para o trabalho que vem sendo realizado em sala de aula. A turma agradeceu a presença de Alexander e todos posaram para uma foto que certamente fará parte do portfólio do trabalho do 2º ano.

Clique aqui e veja a galeria de fotos deste encontro.

Durante o ano letivo a turma do 2º ano do Ensino Fundamental vai estudar os animais e suas diferentes espécies nas aulas de Ciência. Para tornar o aprendizado uma experiência muito mais interessante, nada melhor do que chegar bem perto dos animais com uma visita ao maior zoológico da América Latina. Com três mil espécies o Zoológico de São Paulo é uma fonte inesgotável de pesquisa.

O dia todo, os pesquisadores mirins ficaram atentos, observando e anotando todas as informações possíveis. Com a câmera na mão fizeram fotos que serão utilizadas durante o desenvolvimento do projeto.

O contato com um dos tratadores de animais mostrou para a turma como é realizado o seu trabalho e puderam também acompanhar de pertinho o momento da alimentação. Um fato interessante foi perceber que alguns pássaros fazem companhia para o leão-marinho na hora do almoço, certos de que sobrará alguma coisinha para eles. Muito espertos, não é?

Os alunos também puderam assistir a uma palestra com monitores especializados em répteis e tocaram em algumas espécies empalhadas.

Foi um dia de muito trabalho e também muita diversão. Clique aqui e veja as fotos.

Durante o ano letivo, os alunos do 2º ano do Ensino Fundamental elaboraram um extenso trabalho a partir da leitura do livro “A Arca de Noé” de Vinícius de Moraes.

O produto final deste projeto é um site elaborado pelos alunos, com a orientação da professora Liloca e também do professor e coordenador de Informática, Eduardo Luiz Georges.

Como você sabe, pesquisar e estudar não é tarefa simples e exige várias condições. Se fosse pedido simplesmente aos alunos para pesquisarem sobre o animal escolhido, isso, por si só não seria suficiente para promover o aprendizado deles.

Foram meses de estudos: escolha do animal, estudo coletivo, coleta de dados, idas ao Laboratório de Informática (onde aprenderaram a criar as webpages no programa Microsoft Share Point 2007) e à biblioteca, confecção de desenhos, visita ao jardim zoológico, envio de carta e entrevista a biólogos e muitas, muitas revisões.

“Os alunos mostraram-se curiosos, interessados, envolvidos e participativos. Afinal, conhecer melhor estes animais, perceber a linguagem científica que os designa e descobrir as curiosidades foi muito significativo para eles”, conclui a professora Liloca.

Clique aqui e navegue pelo site criado pelos alunos do 2º ano A do Ensino Fundamental.

img_0409Neste final de março, os alunos do 2º ano do Fundamental participaram do lançamento do projeto de História e Geografia “Investigando a memória”. “O objetivo deste projeto é trabalhar com o resgate da nossa história pessoal e familiar para que os alunos possam se perceber inseridos numa cultura, marcada principalmente pela diversidade”, conta a professora Liloca que ambientou a sala de aula com um cuidado muito especial para essa atividade: música agradável, perfume no ar, lenços no chão e um excelente livro de história.

A primeira atividade do projeto foi a leitura compartilhada do livro Guilherme Augusto Araújo Fernandes, da Editora Brinque-Book. Os alunos entraram no clima da história deste menino que ajuda Dona Antonia, moradora do asilo que fica ao lado da sua casa, a recuperar a sua memória.

Para isso, ele monta uma cesta com diferentes objetos e dá de presente para a velha senhora. A partir dos objetos que marcaram a vida do garoto, Dona Antonia passa a relembrar belas histórias de sua vida. Os alunos acompanharam a história e depois puderam ver de pertinho uma cesta igual a do garoto Guilherme que foi montada pela professora especialmente para este momento.

No mesmo dia os alunos conversaram sobre memória. Afinal o que é isso? O aluno Mateus acha img_0477que é algo que gostamos muito, para Theo é uma lembrança que a gente tem. “Montando uma cesta de memórias podemos perceber os diferentes costumes, identificar semelhanças e diferenças no modo de vida das famílias, enfim, perceber que todos podem ser diferentes, nem melhores, nem piores”, conclui Liloca.

O momento seguinte do projeto também foi muito interessante. A turma conheceu a cesta de memórias da professora por meio de cartas, convites, fotos e objetos importantes que marcaram sua vida.  Isso só aumentou a curiosidade dos pequenos, que agora, em sistema de rodízio, vão levar a cesta vazia para casa com o desafio de trazê-la para a escola repleta de lembranças da sua própria infância para poder compartilhar com os amigos.

O resultado deste projeto poderá ser conferido na Liverdade, evento que acontece no Friburgo no final do ano letivo. Aguardem!

Clique aqui e veja a galeria de fotos.

Ciro, Mindlin e Thiago de MelloOs risos e a extrema descontração de adultos e crianças que lotaram a livraria Casa dos Livros, na Granja Julieta, Zona Sul de São Paulo, mostravam que a noite seria mesmo de reinações – o nome que se dava no tempo dos avós para as estripulias infantis. Na noite da terça-feira, 15 de abril, a livraria e o Colégio Friburgo realizaram no espaço o lançamento do mais novo livro do escritor e empresário José Mindlin, Reinações de José Mindlin por Ele Mesmo, a primeira incursão dele no universo infanto-juvenil.

As crianças e MindlinApaixonado por livros – Mindlin é dono da maior biblioteca particular da América Latina com mais de 50 mil volumes, e membro da Academia Brasileira de Letras –, esse senhor de 93 anos estava à vontade no meio das crianças, que pareciam os grandes astros da festa com suas perguntas e, claro, contando as reinações de hoje. Cada vez que uma delas falava ouAutógrafos -Mindlin e Gabriela quando Mindlin respondia, o clima de alegria tomava conta do lugar, empolgando também os grandões – pais dos baixinhos – que até arriscavam algumas estrepolias.

José Mindlin ainda foi homenageado pelos poetas Thiago de Mello e Ciro Rodrigues de Figueiredo, que também é o Diretor-geral do Friburgo. E fechou a noite autografando sua obra ao lado das vitrines da loja, que foram especialmente decoradas para a ocasião pelos alunos do 2º ano do Ensino Fundamental do Friburgo, com textos e desenhos inspirados na obra do quase centenário escritor. “É muito bom estar nesse meio. Mesmo com minha idade, sinto-me novamente criança. Por isso, digo: os pais dizem que devem ser obedecidos sempre, mas que graça tem a vida sem fazer algumas reinações de vez em quando?”, divertiu-se um rejuvenescido Mindlin.

Clique aqui para ver mais fotos desta linda noite de autógrafos ou aqui para ver um SLIDESHOW. Leia mais sobre este evento, aqui.
Clique para ampliar esta foto

Arquivos

novembro 2018
S T Q Q S S D
« nov    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  
Anúncios
%d blogueiros gostam disto: