You are currently browsing the tag archive for the ‘Teatro’ tag.

O nome do evento surgiu em 1992 para batizar um evento que tinha a literatura como carro chefe. A “Liverdade – uma estação de livros” apresentava projetos envolvendo o conceito de livro/verdade. Com o tempo, o evento também passou a abordar os projetos interdisciplinares e passou a se chamar apenas “Liverdade”. Este ano, voltando a origem inicial, o evento voltou a representar a área da Comunicação e Expressão, com foco na palavra.

Por todos os lados, textos e histórias eram contados. Cada sala de aula foi cuidadosamente preparada para as apresentações.
No Ensino Fundamental I os alunos trataram os seguintes assuntos:

– 2º ano – Contos de Encantamento: “Releitura de João e Maria”. A sala, decorada com doces e muitas cores, apresentava os textos baseados no conto de fadas escritos pelas próprias crianças.

– 3º ano – Lá vem história… Com figurinos elaborados os alunos representaram conhecidas fábulas para uma plateia de familiares e convidados.

– 4º ano – Contos Árabes – a sala foi transformada em um verdadeiro cenário das Mil e Uma Noites e foram expostos textos dos alunos onde cada um criou um diferente final para a história de Sherazade.  A turma também apresentou um lindo trabalho sobre Cordel, um dos mais tradicionais gêneros de literatura popular.

– 5º ano – Diversidade Literária – apresentação de textos sobre contos etiológicos  e muitos poemas tomaram conta da sala.

No Fundamental II:

– 6º ano – Quem é o cego? – os visitantes viveram uma experiência inusitada inspirada no conto de Alcântara Machado, “Apólogo Brasileiro sem Véu de Alegoria”. Todos dentro de trem, vendados, escutaram a narração do conto e com diferentes finais produzidos pelos alunos. Logo após, realizaram um debate sobre o comportamento humano.

– 7º ano – Investigando Poetas Brasileiros – os alunos apresentaram a biografia dos principais poetas do Brasil, com direito a declamação de poesias.  Entre eles: Vinícius de Moraes, Manuel Bandeira, José Paulo Paes, Mário de Andrade, Cecília Meireles e Cora Coralina.

– 8º ano – Capitães de Areia – Todo o trabalho realizado depois da leitura do livro do Jorge Amado foi colocado em murais. Textos e cartazes questionadores sobre os problemas dos menores abandonados foram apresentados.

– 9º ano – Nordeste em Revista – alunos apresentam trabalho especial inspirados nos centenários de dois nordestinos muito importantes na cultura do Brasil: o escritor Jorge Amado e o compositor Luiz Gonzaga.

– 1º ano EM – centenário de Jorge Amado – Além da apresentação dos trabalhos e de uma encenação teatral inspirada em personagens de Jorge Amado, o grupo também montou uma instalação chamada “O Céu da Bahia”, representando o sincretismo, com desenhos e figuras dos santos da igreja católica e os respectivos orixás. Destaque para os desenhos elaborados pelo aluno Luca, do 1ºB.

– 2º ano EM – centenário de Nelson Rodrigues – O Anjo Pornográfico recebeu uma homenagem especial com encenação da peça “Vestido de Noiva”, que revolucionou o teatro brasileiro. Os alunos, caracterizados, apresentavam os diferentes atos e explicavam cada passagem. No mural da classe o grande questionamento: moralista ou pornográfico? Para Rafael, Nelson rompeu com os padrões estabelecidos pela sociedade, por isso recebeu tantas críticas. A ruptura dos padrões pode ser vista na Caixa Proibida, uma caixa fechada e escura onde frases fortes do autor, fotos e muitas palavras só podiam ser vistas pelos visitantes com a ajuda de uma lanterna.

Expressão Oral – As turmas de 6º e 7º anos tiveram seus programas de rádios, elaborados durantes as aulas de Expressão Oral, disponíveis para audição no Laboratório de Informática. Os mais variados gêneros musicais, com informações importantes de trânsito, previsão do tempo e notícias. Audiência nota 10!

Línguas Estrangeiras – E como Línguas foi o tema central do evento, Inglês e Espanhol não poderiam ficar de fora. Em umas das salas foi feita uma ambientação de uma cafeteria, onde as pessoas podiam apreciar – além de um gostoso cafezinho – um bate papo usando apenas as línguas estrangeiras.

Teatro – A peça do 9º ano, “Eles amaram, amaram, amaram…” foi reapresentada para comprovar um dos melhores resultados do projeto de Teatro no Colégio Friburgo. Textos difíceis, com linguagem densa e extremamente emocionante, inspirados nas obras de Shakespeare, Alexandre Dumas, Olavo Bilac, Vinícius de Moraes, Menotti Del Picchia, e até mesmo Cazuza. Um espetáculo apaixonante!

Educação de Jovem e Adultos – utilizando o tema da UNESCO – Ano internacional das Cooperativas – os alunos da Educação de Adultos capricharam nos trabalhos que foram apresentados. Cada um contou um pouco da sua história e falou-se muito em sustentabilidade abordando o artesanato do nordeste, região da maioria dos alunos. Em uma montagem fotográfica divertida, os rostos dos alunos foram colocados em corpos de super-heróis e heroínas, representando a grande força de vontade que têm em aprender mesmo depois de um dia repleto de trabalho. Exemplos de guerreiros!

Graduação de Capoeira – A cerimônia de troca de faixas dos alunos do Período Ampliado ocorreu logo no início do evento, contando com pais, familiares e muitos convidados para assistir as apresentações no palco do teatro. Parabéns a todos!

Clique aqui e veja a galeria de fotos da Liverdade.

Anúncios

Os alunos do 8º ano demonstraram no palco do Teatro Grande Otelo/Friburgo, na noite de 18/10, muito empenho e dedicação na apresentação da peça “Toca e Fuga”. A história, repleta de estranhos personagens, misturou terror e comédia e foi muito aplaudida neste ensaio aberto. A peça volta a ser exibida no sábado, às 10h30, durante a mostra Articulando. Vale a pena assistir!

Este projeto foi desenvolvido durante o ano nas aulas de Teatro, onde os próprios alunos estudaram e criaram a dramaturgia. Personagens, caracterização, falas, diálogos, figurinos a até mesmo ideias para o cenário. Tudo pensado e criado pelos alunos com a orientação do professor Marcos Arilho. “Depois de definido o roteiro, os alunos pensaram na história, descreveram seus personagens e escreveram as falas. É um trabalho de artes cênicas muito rico. E eu fiquei muito feliz e orgulhoso com o resultado!”, disse o professor.

Durante a peça, a plateia que lotou o teatro pode perceber em cada cena, detalhes muito bem ensaiados e também os divertidos improvisos da turma.

Clique aqui e veja algumas fotos.

Neste final de agosto conseguimos flagrar os alunos do 8º ano muito entretidos nas aulas de Teatro. Isso porque a turma está neste momento criando a dramaturgia da peça.

Intitulada de “Tocata e Fuga” a peça conta com personagens criados pelos próprios alunos sob a orientação do professor Marcos Arilho. “Depois de criar o roteiro, este é um momento muito especial. Cada aluno pensa nas características do seu personagem e escreve suas falas”, explica o professor.

A peça será apresentada ao público no mês de novembro. Aguardem!

Veja as fotos deste momento.

A noite do dia 16 de agosto não será esquecida pela comunidade Friburgo. Pais, alunos, ex-alunos, funcionários e convidados assistiram a peça “A Árvore Seca”, já apresentada nos mais importantes palcos da cidade.

Com direção de Leandro Goddinho e Antônio Vanfil , a peça de Alexandre Sansão, conquistou a plateia. O monólogo encenado de maneira excepcional pela atriz e mãe de alunos, Ester Laccava, mesclava as histórias da vida sofrida da personagem nordestina com relatos biográficos da própria atriz, como a doença da avó, a morte da mãe e o nascimento da filha.

O evento também marcou a inauguração do departamento “EspoArte”, coordenado pelas professoras Soraya Curi e Cláudia Falcão, que promete agitar a área cultural e esportiva, trazendo artistas, programando visitas e proporcionando mais momentos como este.

O próximo evento cultural acontece em setembro. Aguardem divulgação!

Clique aqui e veja a galeria de fotos!

Os alunos do 9º ano, que optaram por cursar teatro durante o ano letivo, apresentaram uma difícil e importante peça teatral.

Com a supervisão e coordenação do professor Marcos Arilho, a turma apresentou a “A Megera Domada”, de William Shakespeare. A peça escrita em 1596, pelo mestre da dramaturgia mundial, se tornou popular, pois trata com muito humor os direitos da mulher e as críticas ao machismo.

Para encenar esta comédia de costumes e comportamento, os alunos capricharam no figurino e demonstraram muita satisfação e alegria em poder apresentar o desenvolvimento do trabalho realizado durante o ano letivo para pais e convidados.

Os papéis principais de Petrucchio, Catarina – a megera – e sua irmã Bianca, foram feitos com revezamento de alunos, tornando ainda mais interessante as diferentes características dos personagens. Logo após a peça o professor Marcos contou sobre o desenvolvimento deste projeto ao longo do ano.

Clique e veja as fotos da peça.

A semana dedicada às Artes foi um sucesso! Apresentações musicais, sarau, circo, teatro e muitas obras de arte em exposição.

04/10 – veja as fotos

O público que lotou o Teatro Grande Otelo assistiu a apresentação “As Quatro Estações”, mesclando dança e circo, com alunos de 6º ao 9º ano do Período Ampliado. Além da coreografia das dançarinas os alunos também mostraram toda a habilidade circense com malabares, tecido e lira. As professoras Soraya e Flávia, responsáveis pela apresentação ficaram muito satisfeitas com o desempenho dos alunos.

Logo depois os alunos do Fundamental Nina (3º ano) e Theo (4º ano) fizeram uma coreografia Pas de Deux que emocionou a todos, acompanhados por Omar, na flauta, e Thiago, no violão.

O encerramento ficou por conta do Sarau do Friburgo, com a participação de alunos, pais, funcionários, professores e convidados.  Julia A. (7ºB) cantou “Talking to the moon” com Thiago (filho da profª Soraya) no violão. Mônica e Lusia (funcionárias do Friburgo) declamaram poesias, com a participação da aluna Sofia (5ºB). Os professores Marcos e Soraya fizeram uma linda performance de tango com o acompanhamento musical de Maria Tereza e Omar (pais do aluno Omar).

Os alunos do Ensino Médio Noturno também participaram. Amanda cantou (e encantou!) “Quando a chuva passar”, de Ivete Sangalo, com seu amigo Guilherme no piano. Também no piano, o aluno Paolo (7ºA) deu um show!

A professora Keka e acompanhantes encenaram a crônica “Atitude Suspeita”, de Luis Fernando Veríssimo fazendo o público dar boas risadas.

O rock esteve presente em uma interpretação de “Working Man”, Rush, com os alunos Omar (5ºB), Luca (9ºB) e seu amigo Augusto. Além de “Agora só falta você”, de Rita Lee, interpretada por Carolina (mãe do Pedro – 8ºA), Sandra (mãe da Sofia – 5ºB) e Paulo (tio das alunas Amanda e Letícia). Alunos do Ensino Médio finalizaram com uma sessão de Cross Road.

A música “Carinhosos” encerrou o sarau, com a presença de todos e a ajuda da plateia.

05/10 – veja as fotos
Apresentação de teatro “As Janelas do Chico” e Debate

Inspirados em músicas de Chico Buarque que falam de mulheres na janela, como em “Carolina”, “Januária”, “A Noiva da Cidade” e “A Banda”, os alunos do 1º ano fizeram uma performance interpretando a poesia de Chico com a sutileza lírica, patética e ingênua de um grupo de clowns absolutamente sedutor. “Esta apresentação traz a releitura dos personagens, do palhaço e da construção cênica”, explica o professor Marcos Arilho.

Logo após a apresentação houve um debate sobre a peça e sobre as aulas de Teatro. Pais e convidados fizeram perguntas para o professor e também para o elenco.

06/10 – veja as fotos
Apresentação de teatro “Golfinho’s Plaza” e Debate

Depois de criar as personagens, diálogos e situações envolvendo a falta de ética durante as aulas desde o início do ano, foi hora dos alunos do 8º ano apresentarem a peça “Golfinho’s Plaza”.
A grande inspiração do grupo foram os relacionamentos familiares e sociais, os amores e suas expectativas, as conquistas, as frustrações e, claro, os adolescentes. Com muitas cenas engraçadas e improvisos, várias situações foram criadas em um único condomínio.
Após a peça foi aberto espaço para debate sobre as aulas de teatro, seus objetivos e a apresentação final.

08/10 – veja as fotos

O sábado foi bastante movimentado. Logo na entrada da escola todos se depararam com instalações e trabalhos artísticos por todos os lados feitos por alunos do Ensino Fundamenta, Ensino Médio e Período Ampliado. As salas de aula se transformaram em galerias de arte. Uma delas, com a exposição das obras inspiradas no trabalho do artista plástico Vic Muniz, os visitantes podiam experimentar a sensação de desenhar em uma tela com calda de chocolate e caramelo.

Os visitantes também puderam ver as reapresentações de teatro do 8º e 1º ano e uma sessão musical dos alunos do Ensino Médio noturno. No pátio foi realizada uma oficina de circo, com uma cama elástica e tecidos amarrados nas árvores para que as crianças aprendessem os movimentos. Um verdadeiro sucesso!

Aulas especiais de Expressão Oral, para alunos de 6º e 7º anos, dão ênfase para a realização de debates.

Durante as aulas, os alunos se dividem em grupos e trazem os mais diversos temas. Usando como mote assuntos propostos pelos grupos ou notícias veiculadas em revistas e jornais, os alunos discutem posições e ampliam sua visão sobre os temas debatidos. Cada grupo traz a notícia e um mediador, escolhido por eles, organiza o debate.

Os assuntos escolhidos são os mais variados como, por exemplo, se o Brasil está preparado para sediar uma Copa do Mundo, a venda de armas de brinquedo, acidentes em parques de diversões, comidas gostosas x saudáveis, e até mesmo notícias sobre bullying. Sobre este último tema, um grupo do 6ºB debateu o lançamento de um livro com piadas sobre os chamados “nerds”. O grande questionamento foi se publicações como esta não podem promover o bullying, discriminação e preconceito. A conclusão a que chegaram é que este tipo de assunto deve ser tratado com muito cuidado.

Nos debates, cada aluno desempenha uma função, defendendo sua opinião, seguindo as regras tradicionais com réplicas e tréplicas, sempre sob a orientação de um aluno-mediador.

“Estas aulas estão sendo muito produtivas e apresentando excelentes resultados. O objetivo é fazer com que cada aluno saiba mostrar sua opinião com uma postura ideal, respeitando as diferentes opiniões”, explica o professor Marcos Arilho.

Depois de muita preparação e ensaios orientados pelo professor de Teatro Marcos Arilho, os alunos do 5º ano fizeram bonito e emocionaram pais e convidados presentes no sarau de poesias.

O sarau, na noite do dia 4 de novembro, foi inspirado em José Paulo Paes (1926-1998), um dos poetas mais populares, respeitados e queridos entre as crianças. Seu sobrinho-neto, João Pedro, sentou em frente a máquina de escrever e representou o poeta escrevendo suas obras na abertura da apresentação. Para iniciar a apresentação, todos juntos, declamaram “Convite”, poesia de José Paulo Paes que diz que poesia é brincar com as palavras. E foi exatamente desta forma que os alunos aceitaram o convite e declamaram poesias de Fernando Pessoa, Cecília Meireles, Carlos Drummond de Andrade, Manuel Bandeira, entre outros, durante todo o sarau.

No final, a turma homenageou Tia Dora, esposa de José Paulo Paes, e tia-avó de aluno, que estava presente no teatro para assistir a apresentação. A emoção tomou conta de todos. Pais e familiares dos alunos, além de funcionários, coordenadores e diretores também foram convidados a declamar poesias e participar deste evento cultural do Friburgo que abre as atividades da Liverdade 2010. Não percam a exposição no sábado, 06/11, das 10h às 15h.

Veja as fotos do Sarau.

Vale ressaltar tamanho privilégio!
Uma das últimas atividades do Projeto de Língua Portuguesa, sobre o tema poesia, foi a visita na casa da “Tia Dora”.

Além de conservar o escritório do poeta intacto, tia Dora também tem muitas fotos e objetos antigos. Sua casa, muito agradável, parece um verdadeiro museu. Em cada cantinho, uma nova descoberta. Ainda mais para esta turminha cheia de curiosidade. “A casa da Tia Dora é muito agradável e a conversa que os alunos tiveram com ela foi incrível. Poucas vezes eu presenciei um encontro tão emocionante”, contou o professor Marcos que acompanhou os alunos na visita.

Clique aqui e veja fotos dos alunos na casa da Tia Dora.

Inspirados no texto “Escutatória”, de Rubem Alves, o grupo de teatro do 1º ano do Ensino Médio fez uma apresentação impecável e impactante na noite do dia 21/10.

O texto de Rubem Alves fala sobre a importância de saber ouvir mais do que falar. E o aluno Yannis foi o responsável por fazer a leitura do texto, enquanto os outros alunos apresentaram diferentes personagens, figuras típicas regionais e de tribos variadas.

Um dos momentos de maior impacto foi o mais absoluto silêncio, com todos no palco, feito por cerca de três minutos. Tempo suficiente para que a plateia refletisse.
No encerramento, mais um momento de emoção: todos os alunos se abraçam, um a um, demonstrando a grande união do grupo. Após a peça, os alunos juntamente com o professor Marcos Arilho responderam perguntas e contaram sobre o processo de criação.

No sábado, 23/10, às 13h15, esta turma volta ao palco do Teatro Grande Otelo para nova apresentação.

Clique aqui e leia o texto “Escutatória” na íntegra e veja a galeria de fotos.

O Teatro Grande Otelo ficou repleto, na noite do dia 20/10, para a pré-estreia da peça “Eu peco, tu pecas, nós pecamos”, com o grupo do 8º ano.

Com roteiro e diálogos elaborados pelos próprios alunos, e sob a orientação do professor Marcos Arilho, a peça foi um sucesso. Grupos de alunos fizeram esquetes sobre os sete pecados capitais com muito bom humor.

Os gêmeos Vitor e Bruno representaram o bem e o mal durante uma discussão sobre a apresentação dos diferentes pecados. Quem observava eanalisava cada palavra era ninguém mais, ninguém menos, do que o próprio Deus, interpretado pelo aluno Pedro Henrique.

Com trechos hilariantes, improvisos e fazendo interferências com a plateia, o grupo de teatro mostrou um excelente desempenho e foi muito aplaudido. No final da peça, após os agradecimentos, os alunos chamaram o professor ao palco para iniciar um bate-papo sobre a peça. Os espectadores fizeram muitas perguntas e também teceram elogios.

“O teatro no Friburgo é assim: mais importante do que a apresentação final é o processo percorrido até chegar aqui. Os alunos se envolveram muito e trabalharam com empenho. Todos participaram da elaboração de cada etapa, desde a concepção do tema e criação do texto e roteiro até a definição do cenário e figurinos. Estou muito orgulhoso com o resultado e todos estão de parabéns!”, concluiu Marcos Arilho.

E vale lembrar que os alunos voltam ao palco, no dia 23/10, sábado, às 12 horas. Você não pode perder! Seria um verdadeiro pecado!

Clique aqui e veja as fotos.

Arquivos

outubro 2018
S T Q Q S S D
« nov    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  
Anúncios
%d blogueiros gostam disto: